Páginas

26 de novembro de 2010

Recuperação

Recuperação. E agora???

Hoje as crianças e adolescentes se envolvem com diversas opções de atrativos e acabam se esquecendo das obrigações escolares. Quando as obrigações escolares não são cumpridas, o aluno compromete sua aprendizagem não conseguindo atingir uma média legal para passar de ano. Para muitos, a recuperação é castigo de professor e uma forma de prendê-los na escola, mas, na verdade a recuperação é uma chance de esclarecer dúvidas com o professor, aprender o que foi deixado passar e de ter uma nova avaliação a fim de poder passar de ano. É um momento de estudo específico para estudar somente as matérias que foram de difícil entendimento.

Existem dois métodos de recuperação:

Recuperação Contínua: É realizada no decorrer das aulas por orientações de ensino e atividades diversas adaptadas à dificuldade de cada aluno. É feita também através de aulas extras para alunos que apresentam uma dificuldade mais acentuada e que requer mais contato com a matéria.

Recuperação Paralela: É realizada no final de cada semestre onde o aluno recebe junto com o boletim um plano de estudo para ser realizado em julho e depois em dezembro com um plano de estudo anual. Após o término dessas aulas, o aluno fará uma prova a respeito do conteúdo dado no plano de estudo específico e será aprovado se conseguir atingir a nota necessária.

Apesar de parecer ruim, a recuperação é uma excelente chance para aqueles que tiveram dificuldade durante o ano letivo para compreender determinados tópicos em diferentes matérias. É uma forma de esforçar e aproveitar o tempo perdido no decorrer do ano. Para os que ficaram para recuperação, o melhor a se fazer é estudar e garantir o próximo ano em outra série com outras matérias, outros professores, outros alunos, talvez outra escola...
Algumas dicas para memorizar e aprender mais:

- Esteja relaxado para começar os estudos, pois se estiver ansioso não conseguirá aprender;
- Marque no texto as palavras que julga importante;
- A cada seis minutos levante-se e fale com alguém ou tome um copo com água para relaxar e não sobrecarregar o cérebro;
- Não se preocupe em memorizar, apenas leia e circule palavras importantes;
- Pare a cada meia-hora e relaxe;
- Volte aos estudos lendo as palavras circuladas;
- Faça uma espécie de mapa e cole na mesa ou na parede;
- Sempre passe pelo mapa e dê uma olhada;
- Estude somente duas horas, pois o cérebro sobrecarregado não funciona tão bem;
- Se necessário for estudar mais de duas horas, pare por 15 minutos e tome um suco, converse e relaxe.





Gostou da postagem?

Então deixe registrada a sua opinião: comente...
A sua participação é muito importante para o aprimoramento do
Mundo da Alfabetização!

Abraços a todos!!!

5 Comentários:

heloisa disse...

Parabéns Tatiana!
Os textos que vc posta são muito bons, sou coord. ped. de uma escola municipal e sempre os utilizo nas reuniões com os profs. Até parece que vc adivinha os temas que serão trabalhados nos encontros pois sempre encontro novidades pertinentes no seu blog. obrigada pela colaboração.
Ahhh!!! Vc ainda organiza o grupo de alfabetização. Perdi o contato e gostaria de compartilhar umas atividades.

email: helodoc64@gmail.com

Daniela Cristina disse...

Tatiana
Sempre entrei no seu blog mas so hoje estou deixando um comentário. Aproveito muito as atividades que voce coloca na internet, sao muito produtivos, obrigada por me ajudar
Daniela

eloisa disse...

parabéns, seus trabalhos são maravilhosos, muito lindos !

Celi@ S@l disse...

Olá Tatiana,entrei no blog hj,achei interessante de mais!Encontrei várias dicas que me ajudaram em meu plaqnejamento,já o salvei em meus favoritos,quero conhecer mais o material que você disponibiliza aqui,abraço.
Célia Salgado.

Anônimo disse...

Muito bom seu site Tati.
Que Deus te abençoe nesta tarefa dificil que é a área de educação.