Portal Educação: Parceria que capacita!

Curso online de Educação Infantil (Teorias e práticas pedagógicas)

Feliz Natal!!!



Que Deus cubra a sua vida de bênçãos trazendo muita paz,
amor, união não apenas hoje, mas em todos os dias de 
sua vida!

Boas Festas!!!
Tatiana Sibovitz

Decore sua sala de aula...

... Venha conhecer!





Formas Geométricas...

... com a Turma da Mônica

Selecionei algumas atividades envolvendo as formas geométricas com a Turma da Mônica (que eu AMO).

Estas atividades poderão ser aplicadas depois de muito trabalhar as formas geométricas na forma concreta - utilizando materiais escolares, sucata e os Blocos Lógicos.

Você pode levar sua turma a um passeio pela escola afim de encontrar as formas geométricas na arquitetura, pedir que tragam algo de casa e falem sobre a forma que o objeto tem, entre outras diversas atividades.






* Mais Atividades com Blocos Lógicos, clique aqui

Deixo, também como sugestão, este livrinho lindo da Turma da Mônica:




Caso você não tenha, deixe - logo abaixo - um recadinho bem legal e seu email certinho que te envio!

Abraços,
Tatiana


Venha visitar!!!


Tem postagem nova no meu outro cantinho...
Que tal fazer uma visitinha???



Vou adorar te receber!

Abraços
Tatiana

Calendário de Novembro


Para salvar em seu computador é fácil!
Clique com o botão direito sobre a imagem, clique depois em "Abrir link em uma nova guia"
Então, a imagem abrirá em resolução maior e é só salvar! ;)

Abraços,
Tatiana 

Doces ou Travessuras???

 
O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos. Neste país, levada pelos imigrantes irlandeses, ela chegou em meados do século XIX.
 
 História do Dia das Bruxas
 
A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
 
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.

Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).

Símbolos e Tradições

 
Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.

As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.

Halloween no Brasil

 
No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.
 
 
Quer saber mais???
 
 

Sugestão de rotina para Alfabetização


Apresento, hoje, as atividades permanentes que utilizo na Alfabetização (1º Ano).
Recebi estas sugestões e adaptei para a minha sala pois achei muito boas. 
E está dando grandes resultados!
Por isso, resolvi compartilhar com vocês.


1-Trabalho com o Alfabeto

É uma parte muito importante na aula e faz parte da rotina diária. Como ele fixo o nome das letras, o som de cada uma e sequência alfabética.

Uma sugestão bem legal: Música “Suco gelado”

SUCO GELADO
CABELO ARREPIADO
QUAL É A LETRA DO SEU NAMORADO
A-B-C-D-E...... sempre apontando as letras no alfabeto que deve ser fixado acima do quadro negro.

Primeiro vamos na sequência e depois saltando. Cada dia um aluno vai apontar as letras no alfabeto para a sala ir falando.
Faço esse tipo de atividade até que todos sejam capazes de reconhecer e nomear todas as letras e saber a sequência alfabética.

2-Trabalho com o calendário

Trabalhamos o dia do mês, o ano, o mês, que dia ou mês vem antes ou depois de...

Trabalhamos o clima desenhando, abaixo de cada quadrinho com o dia do mês, como está o tempo e no final do mês fazemos tabelas e gráficos: quantos dias chuvosos, nublados, ensolarados

Trabalhamos primeiro dia da semana, os nomes dos dias (é bom fazer um cartaz com um nome embaixo do outro na ordem e fixar na parede, fazer também um de números com as escritas por extenso dos mesmos e um com os meses do ano - Esse material é necessário, pois eles usam como suporte para a escrita autônoma).

3-Leitura pelo professor

Três vezes por semana eu leio, no início da aula, um livro, uma receita, um poema, uma música, ou seja, uso variedade textual, vários gêneros e autores. A cada texto lido, eu uso uma estratégia diferente para prender a atenção dos mesmos (mudo o tom de voz para cada personagem, faço mistério, deixo para ler o final depois, pergunto o que acham que vai acontecer depois de certa parte do livro (instigo de forma que leiam as entrelinhas, o implícito e o explícito). Faço também leitura por capítulos.

4-Leitura compartilhada

Faço duas vezes por semana. Os alunos acompanham a leitura na cópia que recebem. É bom trabalhar com textos de memória, cantigas, trava línguas. Depois da leitura colam no caderno de texto ou outro.

Você também pode aproveitar o texto para fazer a leitura de ajuste onde pede para as crianças encontrarem e grifarem as palavras que você pedir.

5-Roda da conversa

Uma vez por semana, com as crianças dispostas em círculos, discutimos fatos ocorridos na escola, no bairro, no mundo. Falamos sobre sentimentos, sobre assuntos ligados à ciência, consumo, ética, convivência, fatos históricos.

6-Roda literária

Todo final de semana as crianças levam gibis, livros ou revistas para leitura e para compartilhar o prazer da mesma com os familiares.
Então, na segunda feira , fazemos a roda literária onde os alunos fazem indicações do que leram. Leiam esse livro porque.. Eu indico esse livro porque... Ou não indico essa leitura porque.... Eles fazem um breve resumo da obra (oralmente)

7- Contagem dos alunos

Outra atividade que faz parte da rotina diária.
Esta atividade é iniciada com a Chamada (na minha sala temos a Chamadinha dos Meninos e a das Meninas). A ficha com o nome da criança ausente é virada.
Após terminada, fazemos a contagem: quantos meninos, quantas meninas, quantos temos ao todo e quantos faltaram. Para esta atividade utilizo o cartaz “Quantos somos hoje?” onde são feitos os registros.

O QUE ACHO IMPORTANTE TER EXPOSTO NAS PAREDES DA SALA:

Alfabeto acima da lousa
Calendário do Mês e os dias da Semana e Meses do Ano
Numerais e suas escritas
Chamadinha e Cartaz “Quantos somo hoje?” 

Modelos de cartazes Aqui!


Deixe registrada a sua opinião!
Se quiser nos contar como é a rotina na sua sala de aula, entre em contato.
Adoraria compartilhá-la aqui nesse cantinho...

Abraços
Tatiana



Matemática para os pequenos...

Algumas atividades para trabalharmos com os pequeninos...
Depois me contem o que acharam, heim!!!




Não saia sem comentar!
Abraços
Tatiana

Coleção!!!

Ler para uma criança é um gesto simples e muito importante. Por meio dele, contribuímos para a educação, a cultura e o lazer das crianças e ajudamos a mudar para melhor o futuro do Brasil.

Mais uma coleção do Itau Criança já está disponível.


Entre no site, faça seu cadastro e receba a sua em casa!

Sugestão de Lembrancinha

Segue uma sugestão super fofa para o Dia das Crianças.
Eu fiz para a minha turma: Agarradinho do Palhaço.
Ele foi abraçadinho ao saquinho surpresa, recheado de doces deliciosos!


Segue o molde que editei com muito carinho para vocês:


Beijinhos,
Tatiana

Pintando palavras

Saindo do forno...
Atividade bem legal de Língua Portuguesa para vocês:


Gostou?
Então não deixe de comentar... ;)

abraços,
Tatiana

Treinando o Alfabeto






Atividades para trabalhar a escrita das letras.
Espero que vocês gostem, pois fiz com muito carinho!

Não saia sem comentar... ;)

Abraços

Aprendendo os Numerais

Atividades fresquinhas...
Para os pequeninos que estão começando a aprender os numerais.






O uso da tesoura


Sou apaixonada por Educação Infantil! 
Além do 1º Ano, este ano estou trabalhando com uma turminha de 4anos.
Estou amando!!!

Iniciei agora, no segundo semestre, o uso da tesoura.
É muito trabalhoso e requer muito preparo e cuidado do professor.
Eles foram bem preparados durante o 1º Semestre, com diversas atividades onde foi trabalhada a coordenação motora fina.

Em minha andanças pela net, encontrei este artigo da Ivanise Meyer e achei ótimo!
Por isso, resolvi compartilhar com vocês...

Uso da tesoura
na Educação Infantil
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
artigo de Ivanise Meyer


As tesouras utilizadas pelas crianças devem ter as pontas arredondadas, pois evitam que a criança  produza um furo na pele durante o corte. Porém, não devemos esquecer que a lâmina da tesoura é capaz de machucar uma criança que esteja utilizando inadequadamente este instrumento de corte.
Antes dos 4anos, é desaconselhável o uso da tesoura para atividades de recorte.
É necessário planejar atividades para desenvolver a coordenação motora fina que antecedem o uso da tesoura.
Algumas sugestões:

 Coordenação das Mãos (estimulação da movimentação das mãos, sem que o braço faça o mesmo, ficando apenas como em uma postura de "suporte"):


- Apertar e soltar (livremente e usando materiais);
- Bater palmas em diferentes ritmos e intensidades;
- Pintar com as mãos;
 - Rasgar e amassar papéis;
- Brincar com bolas de diferentes tamanhos;
- Modelagem: massa de modelar (plastilina), areia molhada, argila, massa de farinha.
- Tocar instrumentos da bandinha rítmica.


 Conquistada a coordenação das mãos, a criança passa ter um melhor desempenho nas atividades que exigem movimentos diferenciados dos dedos:

- Brincar com os dedos: estalar, entrelaçar, brincar de "tocar piano";
- Músicas que usem os dedos (nomeando ou movimentando os dedos);
- Rasgar papéis com as pontas dos dedos;
- Enfiar em barbante: macarrão (cru), canudinho (pedaços), rolinhos de papel, contas;
- Dobraduras (origami);
- Alinhavos;
- Recorte usando os dedos.


Fases do Recorte e Colagem

- Antes dos 4 anos a criança deve recortar os papéis com as mãos e colar à vontade. Conversar com a criança sobre o uso da cola (exemplos: não exagerar na quantidade de cola).

Nas produções de recorte e colagem podemos observar as seguintes fases:

- Fase celular: recorta e cola de qualquer maneira, sem intenção de formar cenas. Gosta de ter material variado. Nesta fase, a professora deverá intervir quanto ao uso correto da tesoura (cuidado para não cortar os dedos) e o uso da cola (controlar a quantidade utilizada). Ainda não nomeia suas produções.

- Fase das formas isoladas: não dá forma definida ao recorte, mistura muito o que recorta, mas já está enriquecendo sua experiência. Oferecer materiais variados para enriquecer a colagem: barbante, lã, canudinho, algodão, paetês, tecido, etc. Às vezes, consegue nomear suas produções.

- Fase da cena simples: a criança recorta tirinhas e cola para armar um esboço simples. Deixa quase sempre uma área vazia. É uma fase sem proporção. Já consegue nomear sua produção (exemplo: um barco).

- Fase da cena completa: a criança usa as tirinhas, geralmente faz a "linha de base" (o "chão" que aparece também em seu desenho), usa formas variadas para compor sua produção (recorta intencionalmente). Percebe-se uma cena. Nomeia e explica sua produção (exemplo: É um barco navegando no rio.).


Essas "fases" também podem ser observadas no desenho. Cabe ao professor, além do incentivo e de escolher os materiais necessários para cada fase, planejar atividades para que as crianças avancem. A criança não aprende sozinha, não cria no "vazio"... Ela precisa da intervenção do adulto, ou de outra criança mais experiente, para avançar em suas hipóteses e experiências.

O professor deve observar: como a criança segura a tesoura (o canhoto necessita de tesoura adaptada as suas necessidades), como manuseia o papel (ou outro material para corte) e como utiliza a cola, para fazer as intervenções necessárias, pois há técnicas que facilitam o uso dos materiais.

Nunca se ausentar do local onde as crianças estejam utilizando tesoura e cola. Ter atenção aos materiais que serão manuseados, exemplo: não oferecer botões e objetos que possam ser engolidos à criança que coloca qualquer coisa na boca. Se necessário, redigir um combinado do que "pode e não pode" fazer no recorte e colagem. Cuidado para que eles não cortem cabelos e roupas deles ou dos colegas.

Ao utilizar a tesoura, a criança desenvolve o uso bilateral das mãos: mão dominante corta e a outra dá suporte ao papel. 

Para auxiliar o uso da tesoura, o professor deverá planejar atividades de recorte na qual a criança use a tesoura em movimento para frente (linhas retas), direção lateral da tesoura (esquerda / direita), corta figuras geométricas simples (quadrado, triângulo e círculo), corta figuras complexas e corta material que não seja papel (tecidos como o TNT são fáceis de cortar).





Agora, deixo algumas sugestões de atividades que estou utilizando em sala:







Atividades de Matemática

Hoje, selecionei algumas atividades super legais para a aula de matemática...
Espero que vocês gostem e possam aproveitar bastante!!!












Dia Mundial do Meio Ambiente



No dia 05 de junho comemora-se o dia do meio ambiente.

A criação da data foi em 1972, em virtude de um encontro promovido pela ONU (Organização das Nações Unidas), a fim de tratar de assuntos ambientais, que englobam o planeta, mais conhecido como conferência das Nações Unidas.

A conferência reuniu 113 países, além de 250 organizações não governamentais, em que a pauta principal abordava a degradação que o homem tem causado ao meio ambiente e os riscos para sua sobrevivência, de tal modo que a diversidade biológica deveria ser preservada acima de qualquer possibilidade.

Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para traçar as ações da humanidade e dos governantes diante do problema.

A importância da data está relacionada às discussões que se abrem sobre a poluição do ar, do solo e da água; desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, dentre outros.

A partir de 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza.

Mas em face da vida moderna, os prejuízos ainda estão maiores. Uma enorme quantidade de lixos é descartada todos os dias, como sacos, copos e garrafas de plástico, latas de alumínio, vidros em geral, papéis e papelões, causando a destruição da natureza e a morte de várias espécies de animais.

A política de reaproveitamento do lixo ainda é muito fraca, em várias localidades ainda não há coleta seletiva; o que aumenta a poluição, pois vários tipos de lixos tóxicos, como pilhas e baterias são descartados de qualquer forma, levando a absorção dos mesmos pelo solo e a contaminação dos lençóis subterrâneos de água.

É importante que a população seja conscientizada dos males causados pela poluição do meio ambiente, assim como de políticas que revertam tal situação.

E cada um pode cumprir com o seu papel de cidadão, não jogando lixo nas ruas, usando menos produtos descartáveis e evitando sair de carro todos os dias. Se cada um fizer a sua parte, o mundo será transformado e as gerações futuras viverão sem riscos.

Por Jussara de Barros



Amigo Planeta

Como estamos chegando no dia do Meio Ambiente, estou preparando algumas atividades para trabalharmos nesta data.

Hoje, segue este poeminha super bonitinho: 

Depois me contem se gostaram....

Abraços, 
Tatiana


Matemática - Números Naturais

Ajudando seu aluno a conceituar
                   números naturais



        Você já observou crianças pequenas contando? Quando contam uma coleção de objetos, “recitam” números, muitas vezes “saltando” alguns e repetindo outros. Se os objetos estão espalhados, elas costumam contar alguns mais de uma vez e deixar de contar outros. Além disso, não é claro para algumas quando devem parar a contagem. Crianças neste estágio, ainda não desenvolveram o conceito de número, mas ele está presente em suas vidas – e isso incentiva suas primeiras tentativas de contagem. As crianças levam para a escola essa “vontade” de contar, que deve ser incentivada e explorada.

a) Atividades de contagem

         Da mesma forma que uma criança aprende a falar enquanto fala (corretamente ou não), ela deve aprender a contar enquanto conta. Aproveite as muitas oportunidades que aparecem em sala de aula para contar. Sempre que for significativo para os alunos, conte (e peça para que as crianças contem) alunos, lápis, brinquedos, etc. Extrapole os limites de contagem das crianças (por exemplo, se elas só contam até 10, introduza a contagem com 15 ou 20 elementos). Não espere até que seu aluno tenha o conceito pronto para fazer contagens (isso seria como pedir que uma criança só falasse quando já soubesse fala corretamente).

b) Atividades estabelecendo relações entre coleções diferentes

         Estas atividades (correspondência um a um entre os elementos de duas coleções) conduzem á comparação de quantidades e preparam para o conceito de igualdade e desigualdade entre números.

Por exemplo: Distribua para cada aluno 6 canetas e 6 tampas de caneta. Pergunte: “Há mais canetas do que tampas?”

         Observe as estratégias utilizadas pelos alunos para comparar, pois algumas disposições espaciais podem causar dificuldades nos primeiros estágios. Peça então que os alunos retirem e coloquem as tampas nas canetas. Em seguida, repita a pergunta.

         Repita este tipo de atividade, variando os materiais e as quantidades envolvidas, sempre permitindo que seus alunos desenvolvam suas próprias estratégias de comparação. Você pode usar, por exemplo: pires e xícaras, os próprios alunos e suas carteiras, pedras pequenas e pedras grandes, etc. Aos poucos, os alunos devem concluir que a quantidades de objetos é independente da forma e do tamanho (por exemplo: podem existem menos pedras grandes que pedras pequenas, embora quando amontoadas, as pedras grandes ocupem um volume maior do que as pedras pequenas).

c) Atividades lúdicas

         Explore o gosto das crianças por jogos e brincadeiras para criar situações de aprendizagem.

Por exemplo: Jogo MAIOR LEVEZA


Para este jogo são utilizados 40 cartões, como ilustrado acima, que apresentam a representação numérica e pictórica dos números de 1 a 10 (podemos também usar as cartas de um a dez de um baralho). Os cartões são divididos por 2 crianças.

Cada criança abre um cartão de seu monte os valores são comparados. Quem tiver o maior valor, fica com os dois cartões. Em caso de empate, novos cartões são abertos e o aluno que tiver o maior número nesta nova rodada ganha os quatro cartões. Ao final do jogo, ganha quem tiver mais cartões.

         Crie variações deste jogo, usando novos cartões com números e representações pictóricas de cada valor para ampliar o limite numérico (até 20, por exemplo).


* pesquisa retirada, resumida e adaptada do Programa Pró-Letramento (Matemática)

Inverno - Poema

Sempre passeio pela net a procura de textos, artigos e dinâmicas que possam enriquecer minhas aulas e que eu possa também compartilhar com vocês.
Nesta última andança encontrei um tesouro: O Blog de textos infantis da Fátima Reis.
Vale muito a pena vocês conhecerem. 
O link está logo abaixo.

Amei este poema e resolvi deixa-lo com uma ilustração bem fofinha, combinando com seu conteúdo.



Poema encontrado no Blog da Fátima Reis:

Edição e ilustração: Tatiana Sibovitz
*figuras disponíveis na internet


Um grande abraço a todos!!!